Unisinos RS

Boa Vista tem a primeira casa sustentável de Roraima

Publicado

O projeto foi idealizado pelo proprietário do imóvel, o engenheiro civil Rodrigo Ávila, com o intuito de reduzir os impactos ambientais na cidade e promover a qualidade de vida dos moradores. Durante três anos, o engenheiro estudou e pesquisou sobre construções sustentáveis em todo o país, até chegar ao projeto final, aproveitando a topografia do terreno, que é acidentado, e a orientação solar na região.

Um dos diferenciais da casa sustentável, que visa o respeito ao meio ambiente, é o telhado verde. A proposta é proporcionar um efeito diferente e moderno na estrutura da casa, além de oferecer uma temperatura mais amena aos moradores, tornando a edificação um local agradável a qualquer hora do dia.

dsc5402

As paredes externas são duplas, com tijolos de meia vez, isopor e um espaço vazio. Desta forma, o sol não consegue transmitir a carga energética para dentro dos ambientes, o que auxilia na climatização.

As aberturas foram feitas conforme a orientação solar, para evitar o uso de iluminação artificial durante o dia. Além disso, foram usados vidros especiais na cor verde que, segundo Rodrigo, reflete os raios solares e reduzem a passagem de calor e os raios nocivos para os ambientes.

dsc5391

Outro ponto da casa que a torna mais sustentável é a reutilização dos recursos hídricos. A residência possui dois sistemas de reaproveitamento de água. Um é o de esgoto, que é destinado para a descarga do vaso sanitário. O outro recebe as águas cinza, que são provenientes de chuveiros, pias, lavatórios e da chuva. Essas águas podem ser utilizadas para molhar plantas e descarga do vaso sanitário.