Consumismo: Você sabe as consequências que geram na sua vida?

Publicado

Em um mundo globalizado, dominado pelo capitalismo, o consumo está diretamente interligado ao desenvolvimento da sociedade. Em teoria, quanto mais se consome, maior deve ser a estabilidade econômica de cada estado e região. Mas não é bem isso que acontece. O consumismo se espalha, mas cada vez mais vemos problemas financeiros atingirem pessoas e governos.

As causas do consumismo

Alguns estudos apontam que as causas do consumismo são reflexo das diversas crises econômicas que o mundo já enfrentou e ainda enfrenta. A sociedade atual reconhece que o consumo é sinônimo de felicidade e bem-estar, e até mesmo de prestígio e de status.

Consequências do consumismo

O problema é que há uma relação estreita e forte entre o consumismo, a sociedade e o meio ambiente. Isso porque para atender a demanda da produção e do consumo é necessário retirar matérias-primas da natureza, fabricar e transportar materiais, fazer grande uso de energia elétrica e de água.

Tudo isso gera emissão de gases poluentes, degradação e devastação ambiental, poluição geral e, consequentemente, a destruição de ecossistemas.

As pessoas, devido ao sistema que vivem, onde o importante é o que você tem e não que você é, tendem a desenvolver distúrbios caracterizados pela compulsão em comprar coisas desnecessárias que talvez nunca usarão.

Além disso, elas são influenciadas por um dos maiores difusores do consumismo: a mídia. Todos os dias somos “bombardeados” com milhares de propagandas. São milhões e milhões de gastos para tentar nos fazer comprar os produtos.

O consumismo também causa consequências à sociedade, já que contribui para o processo de degradação das relações sociais. Muitas vezes excluímos pessoas e as julgamos pelo simples fato de ela não possuir tal objeto ou não estar com “roupas da moda”.

É surpreendente como uma pessoa é julgada por não se submeter ao sistema que privilegia poucos e faz você valer o que possui. Além disso, o consumista sofre processos de alienação e oneomania (que é um distúrbio caracterizado pela compulsão de gastar dinheiro).

Consumo e consumismo: como afetam o meio ambiente

De todas as consequências do consumismo, a mais grave está relacionada com o meio ambiente. Como é possível um planeta suportar um sistema em que a lei vigente é: “use, descarte, compre sempre o novo”? Estamos destruindo a Terra para satisfazermos nossos prazeres supérfluos, que incentiva o desperdício e gera uma enorme quantidade de lixo. Estamos caminhando para um colapso ambiental e prova disso são as mudanças climáticas que ocorrem no Planeta Terra.

Essa relação entre consumo e sustentabilidade, no entanto, vai além da etapa de produção. Com a grande quantidade de opções e a alta tecnologia, cada vez mais os produtos têm menor tempo de vida útil e maior dificuldade de conserto, o que gera grande número de resíduo eletrônico.

Atualmente, o desenvolvimento sustentável é a principal solução contra a crise ambiental que o planeta enfrenta, já que é considerado o equilíbrio entre sociedade, natureza e economia.

Nesse sentido, empresas e organizações se unem para procurar maneiras investir em soluções sustentáveis, a fim de garantir seu progresso sem comprometer o futuro. A educação ambiental é um importante passo para o desenvolvimento sustentável. Isso porque, é preciso conscientizar todos os setores da sociedade para que haja um movimento completo e eficiente em prol do meio ambiente.

Assista abaixo o vídeo The Rise of Lowsumerism que fala sobre consumo consciente.

Referências: FFW, Tudo sobre consumismo, Pensamento Verde, Gazeta do povo.