Unisinos RS

Corredores ecológicos em prol da biodiversidade

Publicado

Corredores ecológicos, também conhecidos como viadutos de vida selvagem, são as novas soluções para reduzir o impacto ambiental do ser humano em regiões de matas e florestas cortadas por rodovias e estradas. Em forma de ponte, o corredor ecológico é estruturado em diversas camadas de rocha, solo, vegetação rasteira e árvores. Com essa estrutura, busca-se mimetizar passagens da natureza, possibilitando a travessia de animais com segurança.

ecoduto-na-argentina

A falta dos corredores ecológicos repercute em danos perigosos ao meio ambiente, como atropelamento de animais e extinção de espécies. O atropelamento de animais em estradas é comum e recorrente. Com o habitat interrompido, os animais atravessam de maneira insegura as rodovias em busca de outros alimentos e na busca de reprodução com animais da mesma espécie, promovendo variabilidade genética. Nesse cenário, é possível perceber a importância das pontes verdes: no momento em que permitem a travessia de animais, protegem a flora e fauna local, possibilitam que os animais vivam de maneira mais normal possível e assim, possam perpetuar suas espécies.

Conforme o ser humano degrada o planeta terra, soluções de infraestrutura verde vão corrigindo esses danos causados ao meio ambiente. No Brasil, problemas como impermeabilização das cidades, poluição de rios, desmatamento nas cidades e poluição do ar repercutem em enchentes, desmoronamento de morros, doenças, estresse e depressão.

menor

Com a missão de promover um convívio harmonioso entre seres humanos e a natureza, a Ecotelhado busca a partir de seus produtos, reduzir impactos negativos. O Ecopavimento, por exemplo, a partir da colocação de um pavimento sobre uma superfície permeável, permite a passagem de água, previne enchentes, reduz ilhas de calor, recarrega aquíferos subterrâneos, controla poluição do pluvial e aumenta a filtragem e tratamento da água da chuva. Outros produtos como a Ecoparede e o próprio Ecotelhado, permitem a intercomunicação entre espécies no meio urbano, promovendo a biodiversidade.