Unisinos RS

É MOMENTO DE REPENSAR NOSSAS CIDADES

Publicado

Alagamentos e enchentes são problemas cada vez mais frequentes no Brasil. Conforme a expansão das grandes cidades, a estrutura das mesmas não necessariamente vem acompanhando esse crescimento de maneira inteligente. Construções de viadutos, calçadas, prédios e estradas muitas vezes não contemplam projetos que melhorem a infraestrutura da cidade de maneira integrada.

Impermeabilização, alagamentos e poluição de rios são exemplos de conseqüências dessas construções. Só no ano de 2013, estados brasileiros como Rio Grande do Sul e São Paulo tiveram alagamentos gravíssimos.

Considerando essa realidade, é possível perceber que inovações de infraestrutura mais do que importantes, são necessárias. Para que as cidades modernas cresçam de maneira saudável, é preciso pensar de maneira sustentável.

Sistemas de Biorretenção, ou Jardins de Chuva, são soluções para esses problemas, com muitos benefícios que várias cidades poderiam adotar. Ao utilizarem a atividade biológica de plantas e microorganismos para removerem os poluentes das águas pluviais, os Jardins de Chuva contribuem para infiltração e retenção dos volumes de água, reduzem parte do escoamento superficial, reduzem inundações e melhoram a qualidade das águas. Se houvessem mais incentivos para projetos desse tipo, haveria uma redução significativa nos alagamento do Brasil.

jardins-de-chuva

Outra alternativa muito eficaz é o Ecodreno. O sistema de drenagem funciona como uma cisterna modulada subterrânea e pode ser utilizado com reservatório permeável ou impermeável, podendo ser usado para aumentar a capacidade de infiltração da água e para reutilização da água da chuva, respectivamente. Ambos os reservatórios reduzem enchentes e alagamentos, e no reservatório impermeável, ainda é possível reduzir gastos no final do mês com irrigações e descarga de sanitários a partir da captação de água da chuva.

ECODRENO-infiltração-de-água-e-proteção-de-raízes