Unisinos RS

Folhas artificiais, energia fotovoltaica e a relação com o Ecotelhado

Publicado

De acordo com James Barber, professor do Imperial College London, Reino Unido, a melhor solução para os problemas globais de produção de energia já foi desenvolvida, é muito eficiente e vem sendo utilizada há mais de 2 bilhões de anos. Ele estava falando da fotossíntese, processo natural das plantas.

Imitar a natureza e desenvolver catalisadores capazes de mimetizar a fotossíntese – propiciando uma fonte de energia limpa e praticamente ilimitada – não é um sonho. É uma possibilidade real, contanto que seja feito um esforço internacional multidisciplinar que reúna os cientistas mais talentosos do planeta”, disse o pesquisador em entrevista à Agência Fapesp.

Barber afirma que uma tecnologia capaz de usar a luz do Sol com eficiência semelhante à observada nas plantas seria a solução definitiva para a questão energética. Desenvolver uma “folha artificial” seria, segundo ele, a melhor solução a longo prazo. A tecnologia para capturar a energia solar e transformá-la em eletricidade já é bem conhecida: a energia fotovoltaica. Porém, ela é muito cara e naõ atende todos os problemas energéticos.

Um dos problemas que o pesquisador também cita é a quantidade excessiva de dióxido de carbono no ar, principalmente em grandes centros urbanos. E, para reduzir esse problema, uma solução sustentável e eficiente já existe: é o Ecotelhado.

Chamado também de telhado verde, o produto, além de reduzir a emissão de carbono no ar (um dos grandes atenuantes da poluição), também aumenta a biodiversidade e a retenção da água da chuva, ajuda na limpeza da água pluvial e na diminuição da temperatura do ambiente externo, entre outros benefícios.

Conheça mais sobre o Ecotelhado aqui.