projetos-sustentaveis

Os 5 principais erros em projetos sustentáveis e como evitá-los

Publicado

Você sabe como funcionam os projetos sustentáveis?

Eles possuem como base um estilo de arquitetura verde que visa a redução do uso de materiais não biodegradáveis nas construções, o baixo consumo de energia nas edificações, o incentivo ao uso de fontes renováveis e o baixo impacto das construções urbanas no meio ambiente. 

Esse tipo de projeto parece ser simples, porém exige muito planejamento e estudo! 

Continue a leitura e saiba mais!

5 erros comuns em projetos sustentáveis de arquitetura

1 – Falha no diagnóstico e falta de planejamento

Na hora de executar projetos sustentáveis, antes de tudo é preciso fazer um diagnóstico da área a ser construída ou reformada e estabelecer um planejamento que englobe todas as etapas necessárias para que a entrega do projeto seja satisfatória. 

Essa etapa engloba a definição dos sistemas, técnicas e materiais que serão aplicados na obra.

É lógico que a natureza clama por ações preservacionistas, sustentáveis e responsáveis, porém é preciso planejar muito bem a fim de evitar erros e possíveis prejuízos financeiros e ambientais. 

2 – Não respeitar as limitações da sua construção

É imprescindível respeitar as limitações de seu terreno ou imóvel antes de construir ou reformar de maneira sustentável

No caso de projetos que incluem a instalação de telhados verdes, por exemplo, é essencial verificar se a sua cobertura suportará esse tipo de sistema, bem como analisar se a superfície é plana e adequada para essa finalidade.

3 – Não explorar as fontes de energia limpa de maneira adequada

Se você quer aplicar sistemas de energia limpa em seus projetos sustentáveis, como telhado com placa solar ou cisternas para reaproveitamento da água da chuva, é importante verificar se a sua obra vai dispor de espaços adequados e capital financeiro para investir nos equipamentos que são indispensáveis para o funcionamento de tais sistemas.

Caso contrário, o uso de energia limpa não será vantajoso para você.

4 – Utilizar sistemas e materiais que não são duradouros

Muitos produtos e sistemas ecologicamente corretos podem vender ideias boas e relevantes quanto a preservação da natureza, porém é preciso pesquisar bem o histórico de suas marcas e analisar a sua composição e fabricação. 

Afinal, quem investe em bioconstrução almeja por sistemas duradouros e de alta eficiência, evitando manutenções frequentes e possíveis desgastes técnicos.

Nesse sentido, opte por empresas reconhecidas no mercado e não foque apenas no baixo valor de investimento, mas sim no custo-benefício. Nesse caso, a Ecotelhado é uma ótima opção!

5 – Não investir em mão de obra qualificada

Após diagnosticar, planejar, definir os sistemas e materiais que serão aplicados em seus projetos sustentáveis, chega a hora de contratar a mão de obra!

Neste momento é fundamental contar com o trabalho de profissionais qualificados e experientes na execução e instalação de projetos de arquitetura verde, design biofílico e construção sustentável!

Na Ecotelhado você encontra diversas soluções em Sistemas de Arquitetura Verde, Jardim Vertical, Telhado Verde e Horta Vertical Urbana! Explore nosso blog, a loja online e torne seus ambientes mais sustentáveis!