Unisinos RS

Reaproveitamento de água vira lei em Niterói

Publicado

Em Niterói (RJ) é lei: prédios com mais de 500m² devem reaproveitar a água utilizada. O projeto aprovado mostra a preocupação com o meio ambiente entrando na pauta das entidades políticas, que vai ditar também novos rumos na construção sustentável.

Na cidade fluminense, a lei é que a água desses prédios utilizada em pias, tanques, chuveiro e máquina de lavar seja reaproveitada para fins não-nobres, como vaso sanitário e lavagem de pisos. A economia de água no condomínio pode chegar a 50%, conforme mostra uma reportagem da Globo News:

Também para reter água, a Ecotelhado desenvolveu o Ecodreno, sistema de drenagem e infiltração de água da chuva que funciona como cisterna modulada subterrânea, deixando espaço livre para trânsito.

O reservatório construído é formado para manter a água da chuva, impedindo que o líquido saia do local levando poluentes para rios e lagoas, assim, essa mesma água pode ser utilizada em irrigação ou descarga de sanitários, assim como os prédios de Niterói. Recentes pesquisas mostram que até 70% da contaminação de rios e arroios provêm de águas pluviais que lavam a cidade e descarregam os poluentes na água.

Complementando o sistema, o Ecotelhado Laminar, utiliza laminas d’água sob um piso elevado feito de módulos do Ecodreno, o que garante suprimento de até 200L/m², podendo ser utilizado sobre terraços ou lajes planas, retendo água da chuva e trazendo conforto térmico:

A água dos chuveiros e das pias é filtrada num reservatório e então bombeada até o telhado para a rega da grama, responsável por uma nova filtragem. Então, escoa para o Sistema Ecotelhado Laminar, que a redireciona para as descargas

Posts relacionados:

>>>Saiba as principais dúvidas sobre telhado verde

>>>Ecotelhado já instalou 45 mil metros quadrados de telhados verdes no Brasil

>>>Telhado verde, jardim vertical e pavimento permeável de casa nova na web

>>> Ecotelhado desenvolve novo sistema ecológico para prevenir enchentes