Deixe a política de lado: dados mostram que a mudança climática já está acontecendo, de forma mensurável. E, como afirmou Vicki Arroyo, diretora executiva do Centro Clima Georgetown de “Georgetown University Law Center” onde também é professora, é hora de prepararmos nossas casas e nossas cidades para o novo clima, sob o risco crescente de inundações, seca e incerteza. Ela ilustrou essa palestra inspiradora com projetos arrojados de cidades ao redor do mundo e exemplos regionais de como pensar no futuro.

vicki-arroyo

“Esta conversa é sobre como se preparar e se tornar resiliente às mudanças que estão chegando e que vão afetar nossos lares e nosso lar coletivo, a Terra. As mudanças por vir não vão nos afetar a todos da mesma forma. Existem consequências difusas importantes que não são assim tão óbvias”, afirmou.

Ela então citou exemplos vindos de lugares como Nova Orleans, Etiópia, Londres, Nova York e Washington DC, e que mostram como as pessoas já estão usando as tecnologias e inteligências existentes para evitar catástrofes ainda maiores.

“Cabe a nós olharmos para nossas casas e nossas comunidades, nossas vulnerabilidades e nossa exposição ao risco, e encontrar formas não apenas de sobreviver, mas de prosperar, e cabe a nós planejar e preparar, chamar nossos líderes de governo e pedir a eles que façam o mesmo. Não existem soluções fáceis. Não existem soluções que sirvam para todos os casos. Todos nós estamos aprendendo fazendo. Mas a palavra de ordem é fazer”, concluiu.

Assista abaixo à palestra na íntegra (para ver com legenda em português, selecione a opção ao lado do play):

Referências: Ecodesenvolvimento

*Texto | Catarina Schmitz Feijó