design biofilico o que e

Você sabe o que é Design Biofílico e como influencia na nossa saúde e bem-estar?

Publicado

Por: Arq. Bia Rafaelli Casaccia 

O termo Biofilia significa, literalmente, “amor à vida”. Foi um termo cunhado por Erich Fromm, psicólogo e filósofo, em 1964. E difundido pelo biólogo Edward O. Wilson em 1984, quando lançou o livro com o nome Biofilia para explicar a afinidade inata dos seres humanos pelo mundo natural e a grandiosidade desta conexão.

Considerando que hoje vivemos 90% de nossas vidas em ambientes internos, as decisões num projeto tornam-se tão importantes para a nossa saúde quanto as de um médico. Por isso é tão importante saber como podemos projetar esses espaços de forma mais saudável.

O Design Biofílico é uma forma inovadora de aproveitar a afinidade com a natureza para criar ambientes onde possamos viver, trabalhar e aprender com mais saúde, melhorando o desempenho e bem-estar físico e mental das pessoas.

A Biofilia é conhecida por muitas pessoas, mesmo sem que saibam o nome do termo. Se perguntarmos para as pessoas onde elas gostariam de relaxar ou onde se sentem melhores, a maioria responderia em algum lugar em contato com a natureza. É instintivo.

A resposta começa nos nossos ancestrais. O conceito do Design Biofílico vem da ideia de que 99% do nosso desenvolvimento é uma resposta adaptativa ao mundo natural. Se pensarmos no passado, a maior parte da nossa evolução como espécie se deu em ambientes selvagens, como florestas.

Nossa capacidade de respirar, enxergar, perceber o espaço e todo desenvolvimento das nossas funções corporais surgiu do contato direto com a natureza. Em um mundo com a rápida urbanização e o crescimento da tecnologia, essa ligação fundamental muitas vezes é perdida. Como o nosso habitat mudou do mundo natural para o mundo construído, precisamos achar soluções para criar um habitat saudável no ambiente moderno construído.

Compreendendo os benefícios deste contato direto com a natureza de uma forma científica é que surgiu o conceito do Design Biofílico. A prática do Design Biofílico envolve a aplicação de várias estratégias de projeto, às quais que nos referimos como experiências.

Experiência Direta da Natureza: contato direto com a natureza.

Sede da Amazon, em Seattle, nos Estados Unidos. A presença das plantas pode reduzir o estresse, contribuir para a saúde física, melhorar o conforto e melhorar o desempenho e produtividade.

Experiência indireta da natureza: apresenta imagens de padrões e processos naturais da natureza, uma transformação da condição natural da natureza.

Hospital infantil The Royal, em Melbourne, na Austrália. A inclusão de características naturais como aquários tem sido associada a níveis mais baixos de ansiedade do paciente em ambientes de saúde.

Experiência de lugar e espaço: características naturais do ambiente.

A Casa Flutuante em Punta Arenas, Costa Rica, projetada por Benjamin Garcia Save utiliza espaços de transição para conectar o ambiente interno e externo à floresta, contribuindo para os sentimentos de orientação e segurança. A aplicação bem-sucedida do Design Biofílico resulta em diversos benefícios físicos, como melhor condicionamento físico e menor pressão arterial; mentais, como menos estresse e ansiedade; e comportamentais, como melhor interação social e menos agressividade.

Referências do artigo:  “The Practice of Biophilic Design – Stephen R. Kellert, Elizabeth Calabrese” e “Nature by Design – The Practice of Biophilic Design – Stephen R. Kellert”.